quinta-feira, 4 de abril de 2013

Minha mãe: um exemplo de superação...


Ontem passei a tarde no hospital com a minha mãe (69 anos a completar em julho p.f.), ela anda com muitas dores nos pés, com as pernas e os pés inchados, com problemas de circulação etc e havia uma suspeita de que ela estivesse com reumatismo. Ainda para ajudar, de um dia para outro saiu umas feridas no seu calcanhar direito. 

Desesperei e resolvi que deveria acompanhar mais de perto. Então fomos a consulta com a reumatologista e para nossa surpresa os exames não apontaram para reumatismo, mas havia artrose, dois esporões enormes, cistos, osso gasto, problema circulatório e outras coisinhas que nem sei mencionar. 

A médica a encaminhou para o ortopedista, conseguimos um encaixe e lá fomos nós. 

O diagnóstico: problema referente aos pés chatos -  que nunca foi tratado, com sequelas irreversíveis, com o triste diagnóstico que ela tem que suportar a dor para o resto da sua vida, com melhoras se perder peso - pelo menos dez quilos e com indicação de uma medicação a base de morfina em caso de crise muito forte. 

Eu indaguei se não era caso de repouso, ao que o médico respondeu que se ela "parar" vai atrofiar e não vai mais conseguir andar. Então indicou hidroginástica ( o que ela já começou a 15 dias) e não se entregar. 

Fiquei de coração partido! 

Mas acreditem, ela saiu de lá querendo fazer umas comprinhas (mancando com dor) e eu que nem tenho nenhum problema de saúde, estava exausta, louca para voltar para casa, ela num pique só, ainda lamentando que gostaria de conhecer Portugal, Foz do Iguaçu e que agora não poderá ir pois ainda tem que cuidar da minha vó e da minha tia doente... -Mas quando tudo isso acabar, ninguém me segura! (ela disse). 

Em pensar que há uns três anos atrás, ela só pedia a morte... pois tinha desistido de viver. Só tenho que agradecer a Deus e aproveitar o máximo a companhia dela. 

Falando em superação: 
Eu conhecei essa senhora
quando estive na Itália. Ela fez junto com uma filha a viagem de 21 dias por toda a Europa. Andava com a ajuda de uma bengala e sempre que tinha oportunidade de sentar, lançava mãe de seu banquinho, montava ele e apreciava o passeio sentadinha. Uma belezinha!


Bom agora que a mamãe vai entrar no regime quem sabe assim ela pare de me mandar gostossuras? 

Ligou agorinha dizendo que vai mandar canjica - Mas é a última... a despedida! kkkkkk eu acredito!

Bj

❤ ❥❤ ❥❤ ❥❤ 

4 comentários:

  1. eu me despeço todo dia da comida..kkkkkk
    bjokas lindeza.. melhoras pra mãe maravilhosa.. ótima quinta

    ResponderExcluir
  2. Você me fez chorar.......
    Sua mãe também é um pouco minha mãe, partiu meu coração saber de diagnóstico tão cruel. Graças a Deus ela está bem emocionalmente e vai melhorar, você vai ver.
    Enquanto isso, temos que poupá-la e ajudá-la a viver momentos felizes e agradáveis........
    Beijos!!

    ResponderExcluir
  3. Seu post me fez lembrar da minha mãe e peço que aproveite muito a sua.
    Beije-a sempre, diga o quanto a ama - sempre!
    E me fez lembrar de um problema que tenho muito parecido - pés chatos.
    Os meus nunca foram tratados e sei que no futuro terei problemas...
    Como tenho joanetes, sinto bastante dor.
    Essa é uma das necessidades que me faz lutar contra o sobrepeso...
    Melhoras pra sua mãe, e que ambas consigam emagrecer juntas.
    Uma ajuda a outra, rsrs.
    Beijão.

    ResponderExcluir
  4. Que linda! Que exemplo de vida!!

    Sabe Mi, eu tenho reumatismo...e não saíram nos primeiros exames...é bom ficar d olho!!

    Cuida bem dela....lendo seu relato sobre ela, me faz perceber de onde vem sua alegria de vida!!

    ResponderExcluir